©  2017 Clínica MedSeg Service Ocupacional                                   

Rua Augusto César, 211, Fundinho - Uberlândia - MG

Rua Coronel Lindolfo França, 119 Centro Araguari - MG, 

Tel: 034-3021-3016

034-3305-1874  -  9.8898-7080

  • White Facebook Icon
  • White Twitter Icon
  • White Google+ Icon

Ruído Ocupacional

 

O que é o ruído?


Ruído é a mistura de sons ou tons, cujas frequências diferem entre si por um valor inferior ao poder de discriminação de freqüência do ouvido, ou seja, é qualquer sensação sonora considerada indesejável.

 

Ciclo de Exposição: conjunto de situações térmicas ao qual o. trabalhador é submetido, conjugado às diversas atividades físicas por. ele desenvolvidas, em uma seqüência definida, e que se repete de. forma contínua no decorrer da jornada de trabalho.

1. Entende-se por Ruído Contínuo ou Intermitente, para os fins de aplicação de Limites de Tolerância, o ruído que não seja ruído de impacto. 2. ... Para os valores encontrados de nível de ruído intermediário será considerada a máxima exposição diária permissível relativa ao nível imediatamente mais elevado.

Quais os efeitos do ruído no organismo humano?


Existem várias consequências negativas para a exposição a ruído acima dos limites de tolerância e do tempo previsto pela NR 15. Por ser uma seara voltada para a área de medicina do trabalho, iremos mencionar efeitos auditivos do ruído sem a intenção de esgotar todas as consequências existentes:

Trauma acústico: as estruturas do ouvido são lesionadas devido a ruídos de curta duração e alta intensidade (explosões, tiros com arma de fogo, etc.) Pode haver uma perda auditiva imediata, severa e permanente.

Perda auditiva temporária: exposições moderadas a ruído acima do seu limite de tolerância podem causar perda auditiva temporária no trabalhador. Após um período de descanso prolongado deste, o sistema auditivo consegue recuperar suas propriedades, e volta a normalidade.

Normalmente, o tempo necessário para recuperação varia de 11 a 14 horas, sendo esta a principal razão pela qual, ao fazermos exames de acuidade auditiva (ASO, por exemplo), é pedido para que o trabalhador não vá a boates onde haja música alta, não ande de moto ou que não faça nenhuma outra atividade muito ruidosa.

Perda auditiva permanente: quando o trabalhador não é capaz de identificar sons em determinadas frequências, sendo as mais graves, aquelas abaixo de 1000 Hz, uma vez que a comunicação humana se encontra nesta faixa de frequência. Com isto, haverá comprometimento da capacidade de relacionamentos interpessoais do trabalhador afetado.

Faça o agendamento online da visita de nosso consultor.